Início > Depoimentos

Depoimentos

  • DÉBORA VELOSO MAFFIA

    Aluna do Consultor Vincenzo Papariello

    Não faz muito tempo e eu me lembro como se fosse ontem do dia em que realizamos nossa primeira reunião presencial. Você estava me avaliando há duas semanas e, por uma coincidência do destino, exatamente nesse mesmo dia, saiu o edital do concurso para consultor legislativo da Câmara dos Deputados.

    Na manhã do dia 29.1.2014, você me enviou um e-mail informando que o edital fora publicado e orientando que eu o examinasse, para que conversássemos na reunião agendada para as 11 horas.

    A publicação do edital foi como um balde de água fria para mim, que nunca havia participado de um concurso na vida. Os dois meses e meio que antecediam a prova objetiva me desencorajaram a seguir em frente e eu compareci à reunião com o único intuito de lhe informar que não realizaria a prova, pois não haveria tempo suficiente para me preparar.

    Para minha surpresa, durante essa reunião, você não me deixou desistir: ressaltou o bom nível do meu português, a graduação em inglês e espanhol, os quase dez anos de advocacia que contariam como títulos, além do fato de o edital contemplar um conteúdo relativamente pequeno para a área de Direito Administrativo. Seria possível sim vencer o conteúdo do edital até o dia da prova!

    Depois de encorajada por você, decidi seguir em frente, brigar por uma das duas vagas e, assim, dei o melhor de mim ao longo de dois meses e meio. Cumpri a bibliografia, exercícios e leituras constantes do cronograma que você preparou e em pouquíssimo tempo percebi enorme retorno dos meus estudos.

    Como você acompanha de perto os principais concursos públicos realizados pelas melhores bancas examinadoras, soube brilhantemente trilhar o caminho que eu deveria seguir. Por outro lado, à medida que você elogiava o bom resultado dos meus exercícios, passei a acreditar que era possível concretizar a meta da aprovação e me senti estimulada a estudar cada vez mais.

    O resultado da minha dedicação e experiência profissional somadas a sua orientação não poderia ter sido melhor: fui aprovada em primeiro lugar em um dos concursos considerados mais difíceis do país.

    Esta carta, portanto, serve para agradecer não apenas o excelente trabalho de orientação que você desenvolveu comigo, mas também – e principalmente – para agradecer-lhe por acreditar em mim.

    Obrigada por tudo!

    Nos vemos no Congresso, colega!

  • PRISCILLA MACUCO FERREIRA

    Aluna do consultor Hebert Reis Mesquita

    Já vinha estudando sozinha há quase dois anos, quando optei pela consultoria com o objetivo de direcionar meu estudo, em setembro do ano passado. 

    Além disso, na época havia a previsão de cinco concursos seguidos de Procurador da República, o que fez com que eu procurasse a orientação do Hebert Mesquita, aprovado recentemente nesse concurso.

    Sozinha eu estava melhorando na base da tentativa e erro, ou seja, experimentava uma forma de estudo e a cada prova avaliava se estava funcionando ou não. Dessa forma, percebia alguma melhora, mas muito lentamente. 

    O trabalho do Hebert foi justamente o de encurtar a jornada até a aprovação. 

    Com a sua experiência, ele me passou o seu método, de modo a otimizar os estudos e focar no que realmente é necessário. 

    Ele sempre foi muito disponível e atencioso para responder às minhas dúvidas, bem como para adaptar os cronogramas para minha rotina.

    O trabalho da consultoria, ao meu ver, foi essencial na mudança de fases do concurso. Isso porque o estudo para primeira fase é diferente da fase discursiva, que também é diferente da fase oral. O tempo entre o resultado e a próxima etapa é curto, por isso é muito importante saber adaptar a forma de estudo rapidamente, a fim de garantir a aprovação em todas as etapas.

    Muitos me questionam sobre a escolha da consultoria, dizendo que a aprovação seria possível sem o coaching.

    Sem dúvida, muitos são aprovados estudando sozinhos, sem qualquer orientação. No entanto, acredito que a consultoria diminui o tempo necessário para a aprovação, pois o estudo é direcionado e realizado através de um método eficaz.

    Semana passada fui aprovada no concurso para magistratura do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, cuja primeira fase ocorreu em fevereiro deste ano, ou seja, apenas cinco meses após o início da consultoria. 

    Pra mim, a consultoria fez toda a diferença. Recomendo fortemente a VP Concursos, especialmente o meu querido consultor Hebert Mesquita.

     

  • LARISSA JANUZZI

    Aluna do Consultor André Wilson

    Quando eu decidi estudar para concursos, motivada pelo edital recém lançado do Ministério da Fazenda com 12 vagas para a minha área, fiquei em dúvida entre fazer cursinho específico para esse concurso ou cursinho para matérias básicas de concurso.

    Minha irmã me falou da sua experiência de aprovação na STN com o a consultoria do André Wilson e acabou me convencendo a contratar a VP. 

    O resultado dos 3 meses de estudo com a ajuda do André foi surpreendente, além de ser aprovada em 3º lugar no concurso que eu pretendia (MF), ainda consegui aprovação na FUB (1º lugar) e no MPU (3º lugar).

    Definitivamente, foi a melhor escolha. Consegui aflorar todo o meu potencial de aprendizado e organização e chegar além da minha meta inicial.

  • CAMILA DA SILVA MILHOMEM

    Aluna do Consultor Vincenzo Papariello

    Oi, meu nome é Camila Milhomem e fui aluna na VP Concursos antes mesmo de existir a empresa. Cheguei até o Vincenzo, sócio-fundador da VP, por meio de um anúncio nos classificados do Correio Braziliense. Eram meados de 2011 e, convencida pelo meu pai, contratei os serviços de coaching.

    Confesso que, no início, fiquei um pouco assustada com o valor da taxa de sucesso e com o preço da mensalidade, mas, após minha curta trajetória para alcançar a aprovação e depois de receber meu primeiro contracheque recheado, percebi que valeu a pena cada centavo. Quando ainda estava na faculdade, tive a experiência de trabalhar por 3 (três) meses na Ambev e percebi que não queria isso para minha “vida adulta”. Não ter horário para sair ou ter que trabalhar no final de semana não era para mim.

    Apesar dessa experiência ruim, desejava ser trainee em uma grande empresa e, segundo meus planos, prestaria concurso após meus 30 (trinta) anos e estabilizaria minha vida. Os planos, todavia, não seguiram como imaginei. A frustração de chegar à entrevista final de um processo seletivo, após mais de 5 (cinco) etapas avaliativas, e não saber o motivo da reprovação me deixou completamente desmotivada. O estudo para concurso foi, portanto, antecipado, pois sabia que era algo que dependia apenas de mim, sem discricionariedade do “avaliador”.

    Paralelamente à participação nos processos seletivos de trainee, por exigência do meu pai, já estudava para concurso, mas meus estudos não rendiam, não conseguia organizar meu tempo e não sabia o que estudar, como fazê-lo e nem onde buscar o material necessário. Foi nesse momento que, após conversar com o Vincenzo, decidi contratar a consultoria e vi meu desempenho e rendimento mudarem de imediato.

    Comecei a consultoria já para o concurso do Senado Federal – um passo ousado pela dificuldade, concorrência e exíguo tempo que possuía, já que comecei a estudar com o Vincenzo apenas após a publicação do Edital. Os estudos começaram em dezembro/2011 e, em fevereiro/2012, fiz a prova tendo obtido o excelente resultado de não ter minha redação corrigida por 1 (um) ponto – ok, na época não considerei o resultado nem de longe excelente, mas hoje, depois de todo o percurso, vejo que foi um resultado e tanto.

    Os estudos continuaram e, em junho/2012, fiz o concurso para analista da Controladoria Geral da União (CGU), sem dúvida o mais difícil. Prova sábado à tarde e domingo o dia inteiro. Foi tanto cansaço que saí da prova no domingo vendo um monte de bolinhas pretas.... Mas estava preparada e fui aprovada!! Nem acreditava. Por mim, já teria parado de estudar naquele momento.

    Aí o Vincenzo foi mais uma vez essencial na minha trajetória – ele não só não me deixou parar de estudar como me convenceu a fazer o concurso da Câmara, cujo edital saiu 2 (dois) meses após a prova da CGU. Afinal, a batalha só acaba quando termina. E, como não passei nas vagas na CGU, não tinha nenhuma certeza de que seria nomeada – e, de fato, não fui. Imagina se eu tivesse parado os estudos...

    Uma das coisas que mais me impressionou no coaching foi a análise minuciosa e precisa feita do edital. O edital do concurso da Câmara, que seria feito pelo Cespe, foi bem peculiar: a parte discursiva valia praticamente o mesmo tanto de pontos da objetiva. Gabaritar uma prova objetiva do Cespe, em que uma questão errada aluna uma certa, é impossível, mas gabaritar a discursiva é completamente possível. E foi nisso que o Vincenzo focou: fiz tanta discursiva que fiquei craque! Tão craque que não gabaritei as redações por 2 (dois) erros de português.

     E o resultado disso? Tirei a nota de corte na objetiva e fiquei classificada para mais de 1000 na posição. Com a correção das redações quase 900 posições. Fiquei classificada em 183. O resultado foi tão impressionante que, nos fóruns de concurso, achavam que eu era “peixada”...

    hehe. Mas foi “apenas” fruto de uma análise detalhada do edital, que eu jamais faria, de uma orientação adequada e de muito, muito estudo. Isso tudo com apenas 10 (dez) meses de estudo. Continuei estudando e consegui mais aprovações: analista e técnico do MPU e analista e técnico do CNJ. Foram 6 (seis) aprovações no total! Fantástico, né?

    Hoje sou analista da Câmara dos Deputados e tenho uma vida de sonho: trabalho na área que eu gosto, ganho muito bem, tenho flexibilidade de horário e férias! Não podia ser melhor! E essas conquistas foram fruto de muito estudo, potencializado por uma orientação excelente.

     

  • LUCAS LINHARES

    Aluno do Consultor André Wilson

    Olá, eu sou o Lucas Linhares e fui aluno da VP Concursos. Antes de ter o André Wilson como consultor, estudava sem muita disciplina e dedicação; meu trabalho sugava muito do tempo e energia que dispunha, mas acima de tudo acreditava na minha incapacidade de sucesso, já que havia me frustrado em alguns outros concursos. 

    A consultoria com o André, que se tornou um amigo, foi além das técnicas de aprendizagem e organização, alcançou minhas crenças, construindo minha visão de sucesso. 

    Minha meta, então, era o BACEN, que acabou não se materializando, por algumas limitações residuais minhas, mas com muita alegria afirmo que o André e sua parceria foram fundamentais para a minha posterior aprovação no concurso do TRE-RR, em primeiro lugar. 

    Os cronogramas, a listas personalizadas de exercícios e a atenção são diferenciais do André. 

    Fato é que Deus nos coloca diante de pessoas que nos guiam ao rumo certo, e André e a equipe VP Concursos bem fizeram seu papel. Em Roraima, cresci profissional, material e profissionalmente. 

    Agora, de volta a Brasília, com minha família, sigo rumo ao Legislativo. E sei que lá chegarei!!

  • VICTOR BRUNO DA SILVA

    Aluno do consultor Augusto Garcia

    Olá, sou Victor Bruno, advogado e concurseiro, fiz diversas provas durante 1 ano e meio de estudos, tive algumas decepções, mas também consegui algumas aprovações, nesse momento aguardo nomeação e continuo estudando.

    Ao iniciar a “saga” dos concursos públicos, me deparei com um obstáculo que deve afetar a maioria dos estudantes, que é a falta de um cronograma específico, bem como a estratégia para construí-lo.

    Por experiência própria posso assegurar que a falta de estratégia nos estudos pode aumentar a distância da tão sonhada aprovação.

    Inicie meus estudos com muita vontade, mas pouca experiência e pouca estratégia. Em meu primeiro concurso li o edital, vi as matéria e escolhi uma para estudá-la por inteiro, deixando as demais para depois.

    Em pouco tempo consegui quase esgotar o conteúdo dessa matéria, porém estava super atrasado em relação às demais. Foi exatamente nesse momento que percebi que estava precisando de uma ajuda, então decidi procurar uma assessoria de um coach.

    Para mim existe dois pontos fortes para procurar a assessoria de um coach.

    O primeiro ponto é a estratégia de estudos. No meu caso particular, a primeira mudança feita pelo meu coach foi exatamente em meu cronograma, ou seja, a preocupação com as matérias deveria ser proporcionais a minha facilidade e dificuldade de aprendizagem, e assim, meu cronograma de estudos passou a preencher uma gama completa de matérias.

    Eu estudava, e ainda estudo, várias matérias durante a semana, ou seja, o estudo é macro, o que é relevante porque as matérias se relacionam, e assim, facilitam as conexões de aprendizagem. Este foi um passo importante, pois a sensação de que você está avançando no edital te faz sentir vontade de continuar.

    O segundo ponto importante é a impulsão. Temos a tendência a autosabotagem, de querer nos enganar, e é nesse sentido que entra o trabalho de impulsão de seu assessor de estudos. O coach, por excelência, tem a função de te encorajar, te estimular, mas não de te forçar ao estudo, vez que o sonho é seu, porém esse impulso te dá confiança e ânsia de concluir seu dia.

    Posso garantir que ao final do dia você irá agradecer a si mesmo de ter concluído suas tarefas. O esforço durante o dia será recompensado quando o estudante deita para dormir e sabe que o dever foi cumprido.

    No meu ciclo de estudos já tive frustrações, bem como já alcancei alegrias inexplicáveis com aprovações, a sensação de ler seu nome no topo de uma lista é ótima.

    Afirmo sem medo de errar que só consegui chorar de alegria porque tive a ajuda do coach da VP Concursos Augusto Garcia que acreditou em mim, e é por isso que o indico para quem é sonhador.

     
     
  • ROSA PARK

    Aluna do Consultor Vincenzo Papariello

    Oi pessoal! Meu nome é Rosa e vim apresentar um pouco da minha experiência como concurseira, antes e depois de ser aluna da VP Concursos.

    Comecei a estudar para concursos em 2008, quando percebi o quão estava insatisfeita com a minha carreira na área privada. Comecei a fazer um cursinho presencial e continuei trabalhando. Mesmo com dificuldades, consegui passar no meu primeiro concurso que foi o de Agente Administrativo do Ministério da Saúde em 2009.

    Mas logo vi que queria mais, e continuei sempre estudando, ora sozinha, por minha conta, ora frequentando cursinhos presenciais. 

    Em 2009 mesmo, teve um concurso para Auditor para o Ministério Público do Paraná. Fui super mal, nem consegui ser classificada... 

    Não desisti e segui os estudos. Em 2010, consegui êxito no concurso do INCRA, para o cargo de Administrador, cargo esse que não assumi, porque havia me mudado da cidade para onde iria ser lotada.

    Apesar de não ter parado de estudar, me sentia desmotivada, perdida... Queria cargos melhores, mas sabe quando você não tem ideia do quanto precisa se esforçar para chegar até lá? 

    Eu pensava: gente, nunca vou conseguir chegar no nível desses aprovados! Eles são extraterrestres!!!

    Um dia conversando com uma amigona minha que tinha sido aprovada na CGU em Brasília, fiquei sabendo da VP Concursos. Ela tinha ouvido falar muito bem deles e conheceu alunos que tiveram sucesso sendo seus alunos. Até então não conhecia esse sistema de coaching. 

    Acredito que a VP foi uma das pioneiras no Brasil. Como não tinha nada a perder, decidi entrar em contato com eles para saber mais e ver se me interessava.

    Fiz uma entrevista por telefone e depois fiz uma prova de nivelamento, tudo via e-mail e telefone. Em seguida, depois de decidir me preparar com a VP, o Vincenzo entrou em contato comigo se apresentando como meu coach e conversamos bastante. 

    Gente, não botei muita fé, no início, porque não conhecia muito de coaching. Nas primeiras semanas, senti o tranco: o Vincenzo me fez um mega cronograma de estudos, super puxado! Pensei comigo: nossa, me ferrei, não vou dar conta! Mas vamos lá, estou pagando e o prejuízo vai ser meu se não conseguir acompanhar.

    Estudei que nem uma “camela” durante quase um ano! Literalmente mergulhei no mundo de concurseiro: não saía, não tinha fins de semana, festas de aniversário, casamento, etc.! Fui taxada de antissocial por todos! Sumi do mapa literalmente!

    No começo sentia que nunca iria conseguir estudar tudo, não entendia muita coisa... e o Vincenzo sempre me apoiando e me incentivando. Acho que pensar em desistir é a coisa mais normal para quem está estudando, porque é realmente bem difícil! Chorei muitas vezes de desespero e cansaço! Ainda bem que meu marido sempre me apoiou e me deu forças pra prosseguir.

    Em 2013, um novo concurso para Auditor do Ministério Público do Paraná. Outra chance! Resolvi prestar para comparar ao meu desempenho no certame anterior. Fui super insegura, achando que tomaria um novo tombo, porque, cada vez mais, os candidatos estão mais preparados.

    No final das contas, consegui o 1º lugar! Nem acreditei quando meu amigo me falou que tinha conseguido ir tão bem!

    Tanto esforço, tantas noites mal dormidas, tantas festas perdidas valeram a pena! Sempre dizia o ditado: “no pain, no gain!” (sem dor, sem sucesso!), rsrsrs!

    Só tenho a agradecer ao Vincenzo e à equipe da VP Concursos que me guiaram, orientaram e me fizeram acreditar no meu sucesso!"

  • PEDRO GUILHERME BARROS TAVARES

    Aluno do Consultor Vincenzo Papariello

    Minha experiência com a VP concursos teve uma participação no meu resultado (aprovado em Medicina em 3 universidades: UFPE, UFG e UNB). O monitoramento constante do meu coach era bem auxiliador, toda semana tinha um novo cronograma pra cumprir. O mais essencial foi a cobrança. Obrigado mesmo pela ajuda!

  • JULES QUEIROZ

    Aluno do Consultor Vincenzo Papariello

    Meu nome é Jules Queiroz e sou Consultor Legislativo da Câmara dos Deputados.

    O concurso de Consultor Legislativo não é fácil. Exige conhecimento profundo em uma área, mas ao mesmo tempo amplo em áreas comuns, como língua portuguesa e processo legislativo. 

    Mas há outro problema. O concurso de Consultor acontece meio de repente e com pouca frequência. Dificilmente alguém estuda anos pra ser Consultor.

    Pra mim, esse foi o diferencial da VP. Me permitiu fazer um estudo amplo, profundo e ágil para uma prova que ocorreria em cerca de três meses. A experiência de uma consultoria em concursos permite que o estudante vá logo aos pontos essenciais da prova.

     

Junte-se a mais de
10.000
concurseiros

Entre para nossa lista VIP e receba conteúdo exclusivo e 100% gratuito sobre concursos