18
maio

Estudar ou esperar a crise passar?

timthumb

Em meio ao atual cenário de crise econômica, grande parte dos chamados “concurseiros” vivem um grande dilema: interromper os estudos ou continuar com mais afinco para estar bem preparado quando os editais forem lançados? Com certeza os que optarem pela segunda opção vão largar na frente quando o processo seletivo tiver início.

 

O estudo antecipado adquire ainda mais importância quando falamos em concursos para o Poder Legislativo, especialmente no que se refere à Câmara dos Deputados e ao Senado Federal. Por uma série de motivos, entre eles a remuneração, são alguns dos certames mais disputados no universo dos concursos públicos.

 

Certamente quem deixar para se preparar depois de lançado os editais terá uma menor probabilidade de êxito se comparado aos que, desde já, estudam as matérias que provavelmente serão cobradas. Temos elementos concretos para imaginar a abertura dos dois editais no próximo ano.

 

O Senado Federal está sem concurso vigente desde meados de 2014. São 1.047 cargos efetivos vagos e uma média de 200 aposentadorias ao ano. A iminente reforma da previdência deve acelerar ainda mais esse quadro. A reposição de ao menos uma parte desses servidores é inevitável.

 

Na Câmara dos Deputados a situação é semelhante. São mais de 400 cargos vagos e uma média anual de aposentadorias próxima à verificada no Senado Federal. São mais de 244 cargos vagos de Técnico Administrativo, Área Assistente Administrativo, com previsão de mais aposentadorias até o final do ano.

 

Quem não iniciar sua preparação logo poderá se arrepender em um futuro próximo. Os que persistirem e acreditarem desde já deverão ter boas chances em busca da aprovação nesses concursos tão disputados.

 

Eduardo Maia

Consultor da VP Concursos

Compartilhe nas redes sociais: