04
jul

Como manter o controle emocional num concurso

meditar(2)

Além de conseguir estudar todo o assunto necessário para a prova, você também precisa estar bem preparado psicologicamente falando. De nada adianta saber de toda a matéria e na hora da prova travar e esquecer de tudo, não é?

O estresse e a insegurança também são grandes vilões dos concurseiros e para se livrar desses problemas, algumas medidas podem ser tomadas. Fique de olho nelas:

Faça exercícios de respiração

Quando estamos ansiosos, respiramos mais rapidamente, o que comunica ao nosso cérebro que estamos em perigo. Para relaxar antes e durante a prova é aprender a controlar a sua respiração. Tente expirar no dobro do tempo da inspiração. Se você puxar o ar para dentro por 3 segundos, por exemplo, solte-o em 6.

Respeite a você mesmo

Bem-estar físico e mental estão inevitavelmente entrelaçados. Por essa razão, o equilíbrio emocional depende de cuidados constantes com o corpo. Boas noites de sono e atividades físicas regulares ajudam a regular os níveis de cortisol, hormônio relacionado aos níveis de estresse e ansiedade.

Faça simulações da prova

Uma tática adotada por alguns candidatos é prestar concursos diversos, mesmo que sejam para vagas aparentemente desinteressantes. A aprovação em qualquer exame, ainda que seja para um emprego que você não deseja assumir, eleva a sua autoestima e neutraliza a crença de que estar entre os classificados é impossível. É importante fazer a maior quantidade possível de exercícios e simulados.

Tenha momentos de lazer

A rotina de um concurseiro é difícil e provavelmente exigirá sacrifícios. Isso não significa, porém, que você deva impor privações absolutas à sua vida – ainda mais se for daquilo que lhe faz bem. Se você gosta de filmes, por exemplo, tente se organizar para assistir a pelo menos um ou dois durante a semana; se adora ir à praia, não deixe de frequentá-la quando possível.

Compartilhe nas redes sociais: